Tudo Sobre Empréstimo Pessoal

Veja como o valor da parcela aumenta muito com o aumento da taxa de juros:

Exemplo de empréstimo de R$ 10.000 em 12 parcelas
Taxa de juros mensal Valor da parcela Total pago ao final do contrato Juros totais Modalidade
2% 945,60 11.347,15 13% Consignado
5% 1.128,25 13.539,05 35% Empréstimo Online
20% 2.252,65 27.137,69 170% Crédito para Negativado

Observe que quanto maior a taxa de juros, pior para você. Se você esta no cheque especial ou rotativo do cartão de crédito, os juros são muito altos (até 20% ao mês) e você deve procurar uma opção a seguir.


Saiba sua Taxa de Juros

Se você possui um empréstimo ativo, ajuste as informações a seguir e veja sua taxa de juros efetiva:

valor do empréstimo: número de parcelas: valor da parcela:
EMPTY_VAL
Fórmula no Excel EMPTY_EXPRESSION

EMPTY_VAL
Fórmula no Excel EMPTY_EXPRESSION

Esse cálculo mostra o Custo Efetivo Total ou CET do seu empréstimo, ou seja, os juros efetivamente pagos já incluindo possíveis encargos, seguros e IOF. Sempre que usamos o termo "taxa de juros", estamos nos referindo ao CET.


Encontre as Melhores Taxas

Se precisa de um empréstimo, escolha a opção abaixo com menor taxa de juros que se encaixe no seu perfil e clique no link da modalidade para saber mais.

ModalidadeDetalhes e CondiçõesAceita negativado?Juros*
$Empréstimo onlinePara quem tem o nome limpo e deseja um empréstimo rápido e sem muita burocracia.sim4,71%
Consignado setor públicoPara funcionário público federal, estadual, municipal, além de aposentados ou pensionistas do INSS. Descontado na fonte.sim1,95%
Consignado setor privadoPara funcionário do setor privado cuja empresa tenha acordo com algum banco. Descontado na folha de pagamento.sim3,32%
Imóvel como garantiaPara quem tem um imóvel quitado e aceita utilizá-lo como garantia.sim1,53%
Carro como garantiaPara quem tem um automóvel quitado e aceita utilizá-lo como garantia.talvez3,12%
PenhorPara quem aceita ceder um objeto de valor como garantia, que será guardado pelo banco até que a dívida seja quitada.sim2,22%
Conta correntePara quem tem uma conta corrente em banco, pode tentar uma linha de crédito pessoal.não5,08%
Compra de imóvelPara quem quer comprar um imóvel, saiba que apartamentos "na planta" tem juros menores.não0,85%
Compra de carroPara quem quer comprar um automóvel, quanto maior a entrada e menor o prazo, menores os juros. Os juros são menores para carros 0 KM.não1,90%
AgronegócioQuem tem um agronegócio pode conseguir juros muito baixos subsidiados pelo governo.talvez1,03%
NegativadoPara quem está com o "nome sujo" e não se encaixa em uma das opções anteriores, esteja ciente que os juros são bem altos.sim16,85%

* O fazAconta não concede empréstimos e as taxas de juros acima são apenas estimativas de mercado.

Posso pagar menos trocando de banco?

Sim e para isso você utiliza a portabilidade de crédito que foi regulamentada pelo Banco Central do Brasil como forma de garantir que você possa pedir para trocar do Banco atual para um outro Banco com taxa de juros menor. O Banco Central não permite que o Banco atual dificulte ou cobre uma taxa para transferência da sua dívida para o novo Banco escolhido, além do benefício de não incidir IOF adicional. Faça o cálculo online e veja mais orientações aqui.

Porque os juros variam tanto?

Como ninguém vai preso por não pagar uma dívida, antes de emprestar dinheiro para alguém o banco calcula a taxa de juros baseado em uma análise de risco. Por exemplo, se a pessoa está “negativada” então o risco para o banco é altíssimo e nesses casos os juros também são altíssimos, até 25% ao mês. Por outro lado, no empréstimo consignado o dinheiro é automaticamente descontado na folha de pagamento e a pessoa nem conseguiria deixar de pagar, portanto os juros são muito menores, cerca de 2% ao mês.

Observação: O termo “negativado” ou “nome sujo” é utilizado quando uma pessoa tem seu nome e CPF no cadastro negativo do SPC ou Serasa devido a dívidas não pagas.


Calcule as Prestações

Saiba exatamente quanto vai pagar e como irá evoluir o saldo devedor de um empréstimo:

Observação: Parcela = Amortização + Juros

Há vantagem em quitar a dívida antecipadamente?

Sim e a qualquer momento você pode quitar o seu empréstimo pagando apenas o saldo devedor conforme cálculo acima, ou seja, pagando menos do que a soma das parcelas restantes, pois o Banco Central do Brasil exige que sejam descontados os juros das parcelas futuras ainda não pagas. Veja mais orientações aqui.


Se Não Pagar a Dívida?

No Brasil ninguém vai preso por não pagar uma dívida (com exceção de pensão alimentícia), mas seu CPF vai para o cadastro do SPC ou Serasa e você fica “negativado”. Nessa condição, você não consegue alugar nada, não consegue assinar nenhum serviço, não consegue cartão de crédito, tem que pagar tudo à vista e se comprar algum bem valioso, corre o risco de ter o bem penhorado por ordem judicial. Pode te atrapalhar até mesmo para conseguir um emprego pois é comum que o RH das empresas verifique seu cadastro no Serasa e SPC. Além disso, empresas de cobrança irão te procurar com frequência. Enfim, apesar de não haver a possibilidade de ser preso, sua vida ficará bem mais difícil.

A dívida expira?

Não exatamente. Após 5 anos, mesmo que o débito não seja pago, o CPF do devedor é retirado do cadastro de inadimplentes (SPC e Serasa), assim a pessoa fica com o “nome limpo” e pode até conseguir crédito. Entretanto, o fato de ficar com o nome limpo não significa que o débito deixou de existir. A dívida poderá continuar sendo cobrada, inclusive com ações na justiça, desde que não exponha o consumidor ao ridículo ou a cobrança vexatória. Por exemplo, se você comprar um imóvel ou automóvel, o credor pode entrar com um processo de execução da dívida e o bem pode ser penhorado, mesmo já passados os 5 anos.

Cobrança vexatória

Ocorre quando as empresas ligam para parentes, vizinhos ou trabalho pedindo informações sobre o devedor, ou ainda, fazendo-lhe ameaças. Caso isso ocorra com você, procure o Juizado Especial Civil e processe a empresa de cobrança sem que seja necessário a contratação de um advogado. Dependendo do valor da sua dívida, você poderá conseguir uma indenização capaz de quitar o seu débito, pois a cobrança vexatória é ilegal e vai contra o Código de Defesa do Consumidor.

A título de exemplo, uma faculdade foi condenada a pagar à uma estudante uma indenização no valor de R$ 5.000,00 por ter realizado cobrança vexatória: Durante um dia de aula a aluna foi obrigada a se retirar da sala sob ameaça de que seria exposta aos demais colegas com a colocação de seu nome em um quadro.


O fazAconta têm fins didáticos e seus exemplos buscam a simplicidade para facilitar a leitura e a compreensão. Todo o conteúdo é constantemente revisado, mas não há qualquer garantia da completa precisão e acerto. Ao utilizar o fazAconta, você concorda que leu e aceitou nossos termos de uso.
Copyright 2008-2017 by BTonetto Creations - Todos os Direitos Reservados.